História - Como Tudo Começou

gallery/história 1

    Assim foi o início deste grande plano de Deus “ACAMPAMENTO PARA CASAIS”. No ano de 2009, em uma vigília jovem da RCC, fui confundida com outra pessoa e recebi um convite dos coordenadores diocesanos do ministério para as famílias, na época eram o Paulo e a Lilia. O convite era para ir em um evento para as famílias da RCC chamado Rebanhão para as Famílias. Fui tocada no coração em participar e fui com meu marido Marcos, meu irmão Luciano e sua esposa Andréia para conhecer. Amamos o evento e conhecemos algumas pessoas lá que hoje entendo que era vontade de Deus. Mas ainda não era o bastante para Deus e o convite para participar de um ACAMPAMENTO PARA CASAIS na Comunidade de Vida Nova Jerusalém em Araquari foi feito à nós, novamente pelo Paulo e a Lilia. Meu coração se preparava para este final de semana com muita ansiedade e sede do Espírito Santo, e chegada a hora, me vi a caminho com meu marido, e desta vez com minha irmã, Andrea e meu cunhado, Battisti. Eu estava aberta para receber as graças e, tão logo terminou a primeira pregação, Deus colocava no meu coração a vontade de realizar o mesmo evento no sítio da nossa família, em Barra Velha, para que todos os nossos amigos e familiares também vivessem aquela experiência maravilhosa com Deus. Tomada por tamanha alegria, abri meu coração ao meu esposo que, tão logo ouviu, já negou, dizendo que era muito complicado, muito trabalho e que não seríamos capazes de tamanha proeza; ousou me chamar até de louca, lembro muito bem. Minha irmã, quando ouviu a proposta, imediatamente tomada de sua humanidade, apoiou meu marido, enfatizando a loucura que seria; mas meu cunhado também foi tocado e as palavras dele para mim foram: "vamos fazer!". A alegria era tanta dentro de mim, que só me bastava um apoiando para prosseguir e fui com mais sede ainda. Quando dei por mim, estávamos todos falando com o fundador Mário, da Comunidade de Vida e parcialmente detalhamos como seria. Senti que ele concordava, mas que não acreditava que levaríamos este projeto adiante. Ainda no ano de 2009, alguns meses depois, fizemos nosso primeiro Acampamento Para Casais na Chácara Nossa Senhora das Graças, em Barra Velha.

 

    Ainda tímido, com 35 casais, mas tão cheio da graça, que antes deste terminar, nós já tínhamos vontade de fazer o segundo. E desde então não paramos mais. Hoje estamos com uma média de dois acampamentos de casais por ano, acolhemos aproximadamente 100 casais por acampamento e as graças só se multiplicam conforme o acampamento está crescendo. Quando olho para trás, percebo a mão de Deus na minha vida e na da minha família. Nada foi em vão, nada veio do acaso. Esse era o propósito para a minha família: aquilo que se olhava e não se entendia; hoje vemos que tudo que aconteceu veio para hoje se transformar num lindo bordado de cores harmônicas estampadas em nosso cotidiano e no daqueles que por este evento passaram, passam e passarão. Quando ouço os depoimentos de muitas famílias que foram restauradas, ou de pais e mães renovados no amor do Pai, ou de pessoas que enxergaram Jesus em suas vidas no acampamento de casais da Chácara Nossa Senhora das Graças, o mais íntimo do meu ser exulta de alegria e percebo o quão temos o dever de sermos Profetas de Cristo e usar a nossa voz, a nossa força e vida para evangelizar que Ele vive e reina no meio de nós. Muitas pedras já sobressaltaram no nosso caminho, muitos foram e são os obstáculos que enfrentamos para que os acampamentos tenham força de acontecer. Uma luta muito grande acontece para que no dia de cada acampamento tudo esteja organizado só esperando as famílias. Mas a cada pedra, a cada obstáculo, a cada desafio percebo que essa é nossa missão e que hoje não dá mais para voltar, já estamos em alto mar e só temos que deixar Deus nos conduzir. Hoje conto com toda minha família trabalhando e orando para que tudo seja um grande sucesso, e ao longo desses anos, muitos amigos se juntaram à nós, e tenho a plena certeza que daqui para frente, só tende a crescer ainda mais. Meu nome é Rosana, meu esposo Marcos e meus dois filhos Carlos Eduardo e Leonardo. Meus pais amados, Maria e Osvaldo. Minha irmã Andrea e meu cunhado Battisti com seus dois filhos João Vitor e Arthur. Meu irmão Marcelo e minha cunhada Andreia com as duas filhas Lorrana e Marcela. Esta é minha família. Aqui deixamos nosso agradecimento a todos os demais familiares, amigos, casais que fizeram essa experiência e hoje estão conosco. A todos os grupos de orações que se fazem um só conosco para o bem das famílias, enfim a todos que não medem esforços para nos ajudar nessa caminhada seja orando, seja trabalhando ou seja financeiramente, pois nosso objetivo nos Acampamentos é unicamente a evangelização. E quando há crédito ao final do evento, destinamos para ajudar alguma obra de Deus previamente estabelecida. Que Deus abençoe a todos e continue esse lindo bordado em nossas vidas.

gallery/mulheres 1

Chácara Nossa Senhora Das Graças

Próximos eventos:

    Quando eu era pequeno, minha mãe costumava cozer muito. Eu  me sentava perto dela e perguntava quê estava fazendo. Ela me respondia que estava bordando. Sendo eu pequeno, observava desde abaixo o seu trabalho, por isso eu reclamava dizendo-lhe que só via uns fios feios. Ela sorria, olhava para baixo e dizia: “Filho, vai brincar lá fora um tempinho e quando eu tiver terminado o bordado te colocarei no meu colo e você o verá desde acima”. Eu me questionava por quê ela usava alguns fios escuros e por quê me pareciam tão desordenados desde onde eu estava. Mais tarde escutava a sua voz dizendo-me: “Filho, vem, senta no meu colo”. Eu o fazia imediatamente e me surpreendia e me emocionava ao ver a formosa flor ou o belo entardecer no bordado. Não podia acreditar; desde abaixo só via alguns fios enrolados. Então minha mãe me dizia: “Meu filho, desde abaixo se vê confuso e desordenado, porém você não percebia que por cima havia um plano. Eu tinha um desenho formoso. Agora olha desde a minha posição, veja como está bonito.” Muitas vezes ao longo dos anos eu olhei para o céu e dizendo: “Pai que estás fazendo?”. Ele me respondia: “Estou bordando a tua vida.” Então eu replicava: "Porém se vê tão confuso, é uma desordem. Os fios parecem tão escuros, por que não são mais brilhantes?" O Pai parecia dizer-me: “Meu filho, ocupa-te do teu trabalho confiando em Mim e um dia trarei ao céu e te porei sobre meu colo e verás o plano desde minha posição. Então entenderás...”

 

ESGOTADO

www.000webhost.com